A importância da qualidade do gel para ultrassom

Data: 28 de Setembro de 2019 às 08:00

Seja para realizar exames de gravidez ou de rotina, a ultrassonografia se tornou um método diagnóstico cada vez mais recorrente, em especial por poder visualizar qualquer órgão ou tecido em tempo real.

No entanto, para a realização de um ultrassom é comum e necessário aplicar um gel sobre a pele do paciente, a fim de produzir os melhores resultados e, claro, por outros motivos mais.

Quer saber quais são eles e descobrir a importância desse gel?

Acompanhe o texto e surpreenda-se!


O que é o gel para ultrassom?

O gel é um composto pegajoso de água e propilenoglicol, sendo formulado para reduzir a estática. Essa textura, inclusive, não é à toa. Como é colocada uma fina camada do produto para que aparelho possa deslizar, ele tende a ser espesso e pegajoso para que não escorra da pele durante a realização do exame.


Por que ele é necessário?

De acordo com o livro “Christensen's Physics of Diagnostic Radiology”, de Thomas S. Curry, James E. Dowdey e Robert C. Murry, o uso do gel é feito por duas razões: 

• Para eliminar a perda de energia na interface ar-tecido, ou seja, nesse mínimo espaço de ar entre o equipamento e a pele.

Explicação: O que acontece, segundo os autores, é que impedância acústica do ar é extremamente baixa. Por isso, quando um feixe de ultrassom atinge esse espaço entre o equipamento e a pele, ele é refletido quase inteiramente e a quantidade de energia que permanece após a reflexão é insuficiente, impedindo que as imagens sejam geradas.

No entanto, com o uso de um gel, que tem impedância acústica próxima à da água, a enorme reflexão que acontecia com o feixe é reduzida drasticamente, permitindo que a quantidade de energia seja quinhentas vezes maior e, com isso, possa gerar imagens.

• Para realizar o acoplamento do material ao corpo.

Explicação: É preciso ter em mente que o cristal piezoelétrico, que está no transdutor do aparelho, tem uma espessura que corresponde somente à metade do comprimento das ondas sonoras, o que não é o bastante. Por isso, é necessário colocar uma camada na frente do cristal que se encaixe para preencher o resto do espaço.

Como o gel tem uma espessura de 1/4 desse comprimento, ele é perfeito para dar essa igualada e maximizar a transmissão de energia acústica para o tecido. É por isso, inclusive, que os pacientes são orientados a irem ao exame com a bexiga cheia de água, visto que isso funciona como um agente de acoplamento, tornando esse espaço ainda mais preenchido.


Resumindo

Considerando tudo o que foi visto acima, é possível entender que as ondas sonoras do ultrassom dificilmente viajam pelo ar e que o gel de ultrassom é um meio condutor que cria uma ligação entre a pele e o transdutor.

Dessa forma, além de ajudar a acoplar o aparelho ao corpo para que as ondas sonoras trabalhem, ele ainda é o responsável por evitar que exista qualquer espaço de ar extra entre o equipamento e a pele, a fim de criar uma imagem clara.


E então, gostou dessa informação?

Agora que você sabe a importância desse produto, está na hora de investir em um que seja feito com qualidade e que ajude ainda mais a potencializar os resultados dos exames realizados em seu ambiente.

Com preços sempre muito competitivos e excelente atendimento, a Nachmed é uma empresa de produtos médicos e hospitalares que começou com venda local e, nos últimos anos, se fortaleceu ainda mais no mercado através das vendas online.

Que tal ser mais um cliente satisfeito? Navegue pela nossa loja e garanta sua compra!

 

Fale conosco pelo whatsapp!
Atendimento em horário comercial.